A escolha do Parto - Você conhece todos os tipos?


Depois de toda repercussão que teve o caso de Torres, onde a gestante Adelir foi levada de sua casa por policiais para um hospital, onde ela foi obrigada a se submeter a uma cirurgia graças a um mandado judicial.
Independente do tipo de parto que você escolher, não estamos aqui para julgar qualquer escolha que seja, toda mulher – mãe – gestante, tem o direito e porque não o dever de se informar o máximo possível sobre a sua escolha. Antigamente, entendo que era difícil de ter acesso a essas informações, mas hoje, com a tecnologia ai, a nosso dispor, está fácil demais se tornar uma gestante emponderada de informação.
Quando se fala no assunto parir, logo nos vem à cabeça o parto normal, que é aquele que a mulher pari o bebê pela vagina no hospital e a cesárea (que não é um parto e sim uma cirurgia como descreve o link citado acima), que também é realizada no hospital, porém trata-se de uma intervenção médica que é indicada pela OMS para gestações de risco onde o bebê e/ou a mãe correm REAIS riscos, mas além destes temos outras variações. Um deles é o Parto Natural, onde não há nenhum tipo de intervenção sem que haja a real necessidade de fazê-la, sem episiotomia, manobra de kristeller, toque sem o consentimento da gestante e não ruptura da bolsa artificialmente, dentre outras práticas comuns que são realizadas em hospitais. Há o Parto Domiciliar e este se subdivide em dois tipos: Assistido ou Desassistido. O Desassistido é aquele que a gestante pretendia ir ao hospital ou casa de parto, porém não houve tempo hábil para isso e o bebê acabou nascendo em casa, na rua, no carro, enfim, em qualquer lugar onde não estava presente uma equipe de parto, nesses casos assim que possível a puérpera (que é a mulher depois de dar a luz) e o recém-nascido sejam levados a uma unidade de saúde para avaliação de ambos. Já o Parto Domiciliar Assistido é aquele onde a gestante opta por parir em casa, e contrata uma obstetriz (que é a profissional anteriormente conhecida por parteira), uma doula, que dará todo suporte emocional para a gestante, e também realizará massagens e outros métodos não invasivos para o alivio das dores do trabalho de parto, neste tipo de parto a mulher tem total liberdade para se locomover e ficar na posição que achar preferir e trazer-lhe mais alivio, ela também decide se quer ou não comer, a intensidade das luzes e as pessoas que estarão ou não presentes, o diferencial desse escolher esse parto é que após o nascimento o bebê não se separa da mãe, vai direto para o colo dela e assim que o bebê desejar já pode mamar.
E há o parto humanizado, que é aquele que são respeitados a bebê e a gestante, é levada em consideração a opinião dela e também há a empatia por parte da equipe que a acompanha. Essa humanização se encaixa em todos os partos citados acima, até mesmo na cesárea, pois quando a equipe humanizada realiza a intervenção levando em conta os riscos reais apenas e não por comodidade, a humanização está sendo realizada.

Depois dessa breve descrição espero ter plantado a sementinha da curiosidade na cabeça de todas as gestantes e futuras mamães para escolher o parto e se tornar protagonista dele, seja qual for.


22 comentários:

  1. Gostei do post, muito bom e bem útil para as futuras mamães!
    Beijos!
    islary34.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Gostei, muito muito bom, mesmo .
    bjos seguindo

    http://dinhacoimbr.blogspot.com.br/2014/04/kits-basicos-de-pinceis-da-fenzza.html#comment-form

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Amanda! Seja bem vinda!! :)

      Excluir
  3. Gostei muito! Também não gosto de criticar ou até mesmo dar "ibope" pra quem defende tipos de parto. Mas confesso que fico um pouco enfurecida quando dizem: nossa, parto normal, imagina a dor, nem morta eu passaria por isso! Serio! rsrs


    Beijos
    Diariodematernidade.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Bruna! Também acho desnecessário essa discussão. Desde que a escolha seja embasada de conhecimento, cada mulher tem o direito de escolher o parto que lhe parecer melhor!
      Mas confesso que também não gosto desses tipos de comentários! rsrsrs
      Obrigada pelo comentário!

      Beijos

      Excluir
  4. Que post bem bacana, eu fiz cesárea e foi bem complicado o pós.
    bjcas
    http://estou-crescendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Shairane. Eu já fiz os dois e acho o pós da cesárea muito complicado também! Obrigada pelo comentário! Beijos

      Excluir
  5. Quando estava gravida ficar muito interessada no parto na agua, mas nos hospital que eu fui não tinha, então minha segunda opção foi o normal com certeza.
    Bjus

    Encanto de Menina
    http://geriencantodemenina.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que lindo, Gerri. Parto na água me encanta!!! Que bom que você foi respeitada em sua escolha de ter normal!!!

      beijos :)

      Excluir
  6. Fiz cesárea porquê era o que eu poderia sobreviver, quem sabe da minha história.... entende porquê fico chateada quando falam que tal parto é melhor e que cesárea não é. Eu continuo viva e ainda sou mãe. O quê pode ser errado? bjus Coisas da Lara

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Coisas da Lara, é importante saber o que é melhor para cada mãe, não acho certo julgar ninguém. Acho que respeito nessas horas é fundamental, pois cada mãe sabe o que é melhor para o bebê e ela própria!!!
      Obrigada pelo comentário!
      Beijos

      Excluir
  7. muito bom o texto, fiz 2 cesarias
    bjocas

    ResponderExcluir
  8. Todo mundo sabe que minha escolha sempre foi e será cesárea, por opção. Eu defendo que a mãe escolha a forma que se sentirá mais confiante para receber a criança, em um momento de amor.

    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, concordo plenamente contigo, Jamilly. Cada mãe sabe o melhor para seu filho e para ela própria!
      Adorei seu comentário, obrigada!

      beijos

      Excluir
  9. Perfeito para futuras mamães ... escolhi cesária tb e não me arrependo, Procurei saber de todas antes, e fiz a escolha. Beijos e Boa Páscoa!

    Roberta & Luma
    Diário de uma Princesa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal, Roberta!! Fico feliz que tenha gostado e que tenha se empoderado de informações a cerca de sua escolha!
      Beijos

      Excluir
  10. Eu conheço os tipos, mas nunca deixarei de optar pela cesária, não me arrependo...minha mãe teve problemas quando eu nasci e não quis passar pelos mesmos problemas que ela...achei a cesária mais confortável e segura...beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal, Cibele! É sempre bom ter informações e optarmos por aquilo que mais nos deixa segura!
      Beijos

      Excluir
  11. ótimo post.
    Vai ser útil a muitas mamães.

    ResponderExcluir

Que bom que você nos visitou!
Deixe seu comentário, ele é muito importante :)
Beijos
Dedicação de Mãe