Amamentação - as delícias e as dificuldades.

        Hoje venho falar sobre amamentação, sei que hoje muitos ativistas e mães defendem a causa da amamentação e eu sou uma dessas pessoas \o/, porém por já ser mãe e ter amamentado minha princesa eu sei das dificuldades que as mamães enfrentam quando essa hora chega!


       Vou contar um pouco da minha experiência de amamentação, nem todos sabem mas há 8 anos atrás eu perdi uma bebêzinha, na hora do parto e por isso eu tive leite, mesmo com os remédios receitados pelo ginecologista do hospital, eu ainda continuei a produzir leite e na época a Santa Casa, da cidade onde eu moro não estava aceitando doação, por isso eu jogava fora todo aquele alimento que meu corpo produzia para minha pequena Luna.
       Depois de dois anos a minha princesa Lara nasceu e tudo que eu mais queria era amamenta-la, ahhh como ansiei por aquilo. Imaginando como seria maravilhoso dar o alimento do meu corpo para saciar a fome do meu bebê, foi lindo, mas não foi nem de longe fácil. Como a Lara nasceu de uma cesárea e eu pude vê-la somente 12 (isso mesmo DOZE longas horas depois do parto), ela foi alimentada com a fórmula, fornecida pelo hospital e quando chegou nos meus braços para mamar, ela teve muita dificuldade para pegar o bico, o que machucou a pele já sensível do meu seio, deixando rachado. 

Quando ela finalmente aceitou que teria que aprender a mamar ali e "pegou" o bico corretamente, ele já estava bem machucado e isso me fazia sentir muita dor durante a amamentação. Era muito difícil, toda vez que a Lara requisitava o mamá eu estremecia, pois sabia o que me aguardava, pensei em desistir algumas vezes, quando a dor começava a ficar insuportável, algumas vezes após a amamentação o bico sangrava. Meu médico na época disse que era uma fase e que passaria e que para cicatrizar o dano causado eu deveria usar o próprio leite. Na segunda semana de vida da Lara, cada vez que ia amamenta-la era praticamente um ritual, eu me sentava, o mais confortável que conseguia e colocava uma toalha na boca, para abafar os gemidos de dor que eu emitia instintivamente a cada sucção da pequena.
       Na terceira semana, já conseguia ver o pote no final do arco-íris, a "pega" ficou mais suave, o bico desinchou e cada dia que passava o prazer em amamentar que eu tanto havia ansiado se fazia mais presente. Quando a Lara estava prestes a completar 1 mês a dor e o incomodo cessaram completamente e ai foi só alegria.


        Mesmo com todo esse contratempo eu optei pela amamentação em livre demanda e quando a dor deu lugar ao prazer, eu pude me sentir nas nuvens. Ver minha princesa crescendo forte e saber que toda vitamina e nutrientes que ela recebia vinha única e exclusivamente de mim, fez valer qualquer dor, ela mamou exclusivamente no peito até os 6 meses e depois dessa época fui inserindo novos alimentos no cardápio dela, mas sempre regados ao bom e velho leite materno.
        Quando ela foi crescendo, as mamadas passaram a ser mais espaçadas, ela mamou até os 3 anos e meio e nessa fase, a amamentação era feita pela manha, antes de ir pra escola e a noite, antes de dormir. Era o nosso momento, e acreditem, o momento mais especial para nós duas! Quando ELA decidiu que chegou a hora de desmamar, sabíamos que tínhamos tirado todo o proveito do mundo que podíamos daqueles momentos e não foi triste, foi apenas uma etapa que conseguimos vencer juntas.


        Sei que muitas mães não amamentam o bebê através do leite materno, sei que cada uma tem seu motivo e esse post não é uma crítica a elas ou censura pela escolha feita, pois sempre levanto a bandeira que a mãe sabe o que é melhor para ela e seu bebê e se a escolha foi não amamentar o que cabe a mim e a todos os demais é no mínimo respeitar a decisão dessa mãe. Esse post foi escrito para incentivar as mães que estão na dúvida ou as que querem porém tem medo, a seguir sim por esse caminho, mas já avisando de antemão, que elas terão de ser forte e lutar com unhas e dentes para tal, porém serão gratificadas com algo que não consigo nem descrever!



Espero que tenham gostado!
Beijos

40 comentários:

  1. Menina, que história mais tocante. Imagino como deve ser triste perder o bebê ao nascer. por outro lado com toda experiência que teve, as dificuldades apareceram do mesmo jeito quando nasceu sua segunda filha né?!
    Eu também tive dois filhos, meu menino mais velho hoje tem 21 anos e a menina quase 19 já. Fui mãe super nova e tive crise no parto dele, apesar de ter sido uma gravidez que queríamos, não foi por acaso, mas sofri bastante no parto. É uma experiência única para cada uma de nós, nenhuma mãe tem uma história idêntica, não é mesmo?! Eu falo que se tivesse tempo faria um livro com histórias diversas de muitas mulheres sobre parto e gestação e os primeiros anos. "Fica uma ideia no ar" ahahah Super beijo e Parabéns pela experiência, aproveita cada fase for, passa muito rápido. <3 www.emnovoestilo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Que bom que gostou, querida! Adorei a dica que tu deixou no ar, já tinha pensado, falta a coragem de dar o pontapé inicial rsrsrsrs
      Obrigada pelo carinho!
      Beijos

      Excluir
  2. Nossa que triste mesmo amiga ... Te admiro pela sua força . .eu tive dificuldades em amamentar nos primeiros dias . .depois flui que foi uma beleza .. bjsss

    Roberta Aquino
    Diário de uma Princesa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Coisas da vida né amiga, a tristeza jamais acaba mas a vida segue e hj tenho minha princesa!
      Verdade, depois que a coisa engrena, é só alegria kkkk
      beijos

      Excluir
  3. Amamentação é tudo de bom apesar das dificuldades, adorei o relato da sua experiência!. Meu bebê nasceu prematuro e não conseguiu pegar meu peito. Mas durante 5 dias, ele praticamente ''detonou'' meus seios rsrs.. Eu amava dar de mamar mas tinha dias que pingavam sangue vivo.. È lindo e é otimo mas não é nada fácil rs.. Bom, agora penso que quando tiver outro filho vou fazer de tudo pra poder amamentar já que com Bryan não foi possível.. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Letícia! Amamentar é bom demais!!!
      Sei bem das dificuldades que muitas mães passam, amamentar é lindo, mas não é fácil! isso ai, tente da próxima!!
      beijokas!

      Excluir
  4. Eu acho lindo o ato de amamentar, infelizmente isso não foi possível comigo.
    bjcas
    http://estou-crescendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também acho, Shairane! Poxa que pena...
      Beijos

      Excluir
  5. Adorei saber sua experiencia, não sou mãe, mas a amamentação realmente e muito importante. deve ser uma sensação maravilhosa amamentar.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou! Realmente depois que "flui" amamentar se torna um ato maravilhoso!!!
      Beijos

      Excluir
  6. Nossa, eu também passei pelas rachaduras e lembro até hoje da dor. HOje o MIguel está com 11 meses e ainda mama. Muitas gente diz que é errado, que ele não precisa mais que é mania. Mas eu amo amamentá-lo, mesmo agora estando na fase das mordidas. Beijos querida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh eu também jamais me esquecerei desta dor, mas a alegria e emoção superam rsrsrsrs
      Não dê ouvidos aos outros, siga seu coração, esse momento é bom demais pra ser encerrado muito cedo rsrsrsrs
      Beijos

      Excluir
  7. menina amei se post, estou gravida de 7 meses ma vejo a hora da minha filha nascer,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou!! Ahh você vai ver a delicia que vai ser amamentá-la! E mesmo que encontre dificuldades, não desista!!
      Beijos

      Excluir
  8. Ano passado participei da campanha ainda amamentando a Ceci.
    Ela mamou a té 2 anos e meio
    #saudade

    ResponderExcluir
  9. Parabéns pelo seu depoimento de persistência...amamentar não é tão natural assim para algumas de nós,precisamos de apoio e palavras de incentivo!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, querida! Espero incentivar muitas mamães e futuras mamães!!!
      beijos

      Excluir
  10. Adorei ler seu post, aqui em casa tbm amamento minha Larah por livre demanda e amo amamentar.
    Beijos
    Adri

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou! Que linda, sorte da Larah!!!! :)
      Beijos

      Excluir
  11. Meniaaa amei esse post, não tenho filhos ainda mas meu sonho é amamentar e esse post me fez ficar com mais vontade ainda.
    Acho que amamentar é uma das coisas mais abençoadas do mundo :)
    Parabéns a Lara é uma princesa *-*
    Beeeeeeeeeeeejos
    http://blogdathaylopes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh que bom que você gostou, fico feliz em saber que você já nutre essa vontade, mesmo não sendo mãe ainda!!!! Obrigada, querida, ela é minha vida!!!
      Beijos

      Excluir
  12. adorei seu texto, eu passei pela mesma coisa que vc, o eu primeiro filho não mamou,ele com dois meses não quiz mais mamar, então o bico do peito não acostumou.Quando a minha pequena nasceu e fui dar mama eu sofri,ela era gulosa e o bico pequeno,ai até a pele acostumar ficou todo machucado o bico,ela mamava sangue e leite.Mas o amor da gente é tão grande que passamos toda dor por eles né?
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Simeia!!! Imagino a sua dificuldade, mas como vc disse, o que não passamos por eles né?
      Beijos

      Excluir
  13. amiga também senti dor chora e febre também
    mais a minha vontade era maior nunca desistir
    graças a Deus as duas mamaram
    a pequena ainda mama ainda não sei até quando vou levar a amamentação
    mais amo amamentar e sei que vou sentir falta
    Linda Noite!
    Beijinhos da Nanda
    Mamãe de Duas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério, amiga? Isso ai persistir é a chave para uma amamentação tranquila e feliz!!!!
      Beijos

      Excluir
  14. Eu tive de tudo rss
    Mas vale a pena
    Bjus
    http://segredosdaluma.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. é maravilhoso vermos depoimentos assim, já que hoje as mães, ao menos uma boa parte, pensa bastante na facilidade dos complementos e abandonam o aleitamento materno na primeira dificuldade! Sou totalmente defensora do aleitamento materno exclusivo em livre demanda. ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Ramonnielly!! Espero inspirar algumas mamães!!!Eu tbm sou defensora da causa :)
      Beijos

      Excluir
  16. Adoro ver depoimentos, aqui são dois anos e 3 meses de amamentação e não tenho pressa nenhuma de tirar, tudo a seu tempo e no início é tão difícil, o negócio é procurar informação e ajuda, muitas mães não tem e com isso acabam desistindo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que lindo, isso ai não tenha pressa de acabar esse momento tão mágico!!!!
      Desistir jamais!!!!

      Excluir
  17. que lindo este depoimento.. adorei... não sou mae, mas acho quee o fia que for, quero ter sim essa experiencia..
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Querida!!!!! Isso já trabalhe isso na sua mente desde já, sabendo que não vai ser fácil, mas que valerá muito a pena!!!
      beijos

      Excluir
  18. Realmente quando o bico racha é terrível de dor , mas você conseguiu e segue amamentando. Tenho um bebe de 6 meses e sigo amamentado é um prazer imenso um momento só seu e dele , curto muito . E vou continuar até quando ele quiser , leite materno é a melhor coisa que podemos oferecer . beijos
    ótima postagem
    Joyce

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, é uma dor dilacerante, mas saber que seu leite ta nutrindo sua cria, não tem preço e agente aguenta firme!!!
      Isso ai, não tenha pressa de acabar com esse momento tão lindo de vcs dois!!
      Beijos, Joyce!

      Excluir
  19. Amiga... que triste ter perdido um bebê...
    Mas Lara chegou pra fazer vc realizar o sonho de amamentar e cuidar, sim o início é dolorido demais... lágrimas vem aos olhos, mas depois que passa tudo, não poderia ser melhor, momento de muita cumplicadade
    Depoimentos como seu servem sim para incentivar a outras mamães a apostar na amamentação, insistir e vencer a barreira.
    É o melhor para eles, adorei o post! bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi realmente triste, amiga, mas graças a Deus eu consegui me reerguer e hoje tenho a minha Lara linda, que eu tanto amo!!!! Que bom que você gostou!
      Beijos

      Excluir
  20. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  21. que lindo eu amamentei até um ano e meio se não me engano, mas foi a experiência mais gratificante de inicio de maternidade.
    Bjs

    ResponderExcluir

Que bom que você nos visitou!
Deixe seu comentário, ele é muito importante :)
Beijos
Dedicação de Mãe